Sistemas de chão

Os elementos protetores de retenção da MEISER são a solução ideal para cobrir grandes áreas, como p. ex., tetos falsos, para limitar bordas de plataformas e fazer a cobertura da tecnologia de manejo de materiais.
Consistem numa armação tubular portante e numa grade de arame soldada. Em geral, o tipo da armação tubular e o tamanho da grade de arame estão definidos nas normas de fábrica de cada construtor de automóveis.

Em relação aos elementos protetores de retenção, distingue-se entre elementos para o solo e a proteção lateral.
No caso do elemento para o solo, selecionando a malha adequada, impede-se que os objetos caiam pela malha. Nos últimos anos, estabeleceu-se aqui a solução que impede a queda da esfera de ensaio - 20 mm de acordo com as normas DIN EN ISO 14122-2.
No caso da proteção lateral, este desenvolvimento também é evidente, no entanto, ainda se depara com tipos com larguras de malha maiores.

Geralmente, os elementos protetores de retenção da MEISER são fornecidos com a superfície revestida por pulverização 1 vez. Do ponto de vista ecológico, este tratamento da superfície vantajoso e em relação aos requisitos de proteção contra a corrosão, é suficiente.
A pedido também podemos fornecer uma superfície galvanizada por imersão a quente, de acordo com as normas DIN EN ISO 1461.

A fixação dos elementos protetores de retenção da MEISER cumpre as respectivas normas de fábrica, com grampos de pressão ou diretamente com parafusos autoperfurantes ou aplicando a técnica de pinos de assentamento.

 

Grades de arame MEISER >> Detalhes:

As grades de arame soldadas por pontos são fabricadas em aço redondo com arame de diferentes grossuras (Ø 3,5 / 4 / 5 / 6 mm; outros, a pedido). Os arames em aço de alta qualidade, estirados a frio, galvanizados por imersão a quente, eletrogalvanizados, com revestimento por pó ou na versão revestida por KTL, são soldados nos pontos de cruzamento para se obter malhas quadradas ou retangulares. Nas grades soldadas por pontos, a largura da malha é medida entre os dois eixos das barras e começa nas barras longitudinais (LS) a 50 mm (em 25 mm – em passos crescentes) e nas barras transversais (QS) a 20 mm (crescentes e flexíveis). Podem ser fabricadas num comprimento (LS) de 600 mm a 3.000 mm (distância entre a primeira e a última barra transversal > 500 mm) e numa largura (QS) de 500 a 1.500 mm (partes finais abertas). As grades podem ser fornecidas com as partes finais abertas ou fechadas.

Tratamentos possíveis:

  • Chanfrado
  • Encaixe / enquadramento das grades com perfis, após acordo.
  • Possibilidades de fixação, após acordo

Nota:
Largura da grade com partes finais fechadas = (x · malha LS) + (1 · diâmetro de arame longitudinal)